1 Reis 15

1 No ano dezoito do reinado de Jeroboão, filho de Nebate, em Israel, Abias se tornou rei de Judá.

2 Ele governou três anos em Jerusalém. A mãe dele se chamava Maacá e era filha de Absalão.

3 Abias cometeu os mesmos pecados que o seu pai havia cometido e não foi fiel em tudo ao SENHOR, seu Deus, como o seu bisavô Davi tinha sido.

4 Mas, por causa de Davi, o SENHOR, seu Deus, deu a Abias um filho para governar em Jerusalém depois dele e para conservar Jerusalém em segurança.

5 O SENHOR fez isso porque Davi tinha feito o que lhe agradava e nunca havia desobedecido a nenhum dos seus mandamentos, a não ser no caso de Urias, o heteu.

6 Abias e Jeroboão estiveram sempre em guerra um contra o outro durante o reinado de Abias.

7 Todas as outras coisas que Abias fez estão escritas na História dos Reis de Judá.

8 Abias morreu e foi sepultado na Cidade de Davi, e o seu filho Asa ficou no lugar dele como rei.

9 No ano vinte do reinado de Jeroboão em Israel, Asa se tornou rei de Judá

10 e governou quarenta e um anos em Jerusalém. A sua avó foi Maacá, filha de Absalão.

11 Asa fez o que agradava ao SENHOR Deus, como havia feito o seu antepassado Davi.

12 Asa expulsou do país todos os que praticavam a prostituição como parte dos cultos pagãos e retirou todos os ídolos feitos por aqueles que haviam sido reis antes dele.

13 Ele tirou a sua avó Maacá da posição de rainha-mãe porque ela havia mandado fazer uma figura nojenta para servir como poste-ídolo. Asa derrubou esse ídolo e o queimou no vale do Cedrom.

14 Ele não destruiu todos os lugares pagãos de adoração, porém foi fiel ao SENHOR Deus durante toda a sua vida.

15 Asa colocou no Templo todos os objetos que o seu pai havia separado para Deus e também os objetos de prata e de ouro que ele mesmo havia separado.

16 O rei Asa, de Judá, e o rei Baasa, de Israel, estiveram sempre em guerra um contra o outro durante todo o tempo em que ficaram no poder.

17 Baasa invadiu Judá e começou a cercar de muralhas a cidade de Ramá, para assim controlar o movimento na estrada que ia até Jerusalém.

18 Por isso, o rei Asa pegou toda a prata e todo o ouro que haviam ficado no Templo e no palácio e entregou a alguns dos seus servidores, a fim de que levassem para Damasco e entregassem ao rei Ben-Hadade, que era filho de Tabrimom e neto de Heziom. Junto foi a seguinte mensagem:

19 “Vamos ser aliados como eram os nossos pais. Esta prata e este ouro são um presente para você. Retire agora o apoio que você está dando a Baasa, rei de Israel, para que assim ele tenha de tirar os seus soldados do meu território. ”

20 O rei Ben-Hadade concordou com a proposta de Asa e mandou que os seus comandantes e os seus exércitos atacassem as cidades de Israel. Eles conquistaram as cidades de Ijom, Dã e Abel-Bete-Maacá, a região que fica perto do lago da Galiléia, e todo o território de Naftali.

21 Quando o rei Baasa soube do que havia acontecido, parou de construir as muralhas de Ramá e voltou para Tirza.

22 O rei Asa mandou avisar em toda a região de Judá que todos, sem faltar ninguém, deviam ir ajudar a carregar para fora de Ramá as pedras e a madeira que Baasa havia estado usando para construir as muralhas em volta da cidade. Com esse material, Asa cercou de muralhas a cidade de Mispa e também a cidade de Geba, que ficava no território da tribo de Benjamim.

23 Todas as outras coisas que o rei Asa fez, os seus atos de coragem e as cidades que ele cercou de muralhas, tudo isso está escrito na História dos Reis de Judá. Na sua velhice ele foi atacado por uma doença nos pés.

24 Asa morreu e foi sepultado nos túmulos dos reis, na Cidade de Davi. O seu filho Josafá ficou como rei no lugar dele.

25 No segundo ano do reinado de Asa em Judá, Nadabe, filho do rei Jeroboão, se tornou rei de Israel. Ele foi rei dois anos.

26 Como havia feito o seu pai antes dele, Nadabe pecou contra Deus e fez com que o povo de Israel também pecasse.

27 Baasa, filho de Aías, da tribo de Issacar, fez uma conspiração contra Nadabe e o matou no país dos filisteus, em Gibetom, a cidade que Nadabe e o seu exército estavam cercando.

28 Isso aconteceu no terceiro ano do governo do rei Asa em Judá. E assim Baasa ficou no lugar de Nadabe como rei de Israel.

29 Logo que começou a reinar, ele matou as pessoas da família de Jeroboão. E, de acordo com o que o SENHOR Deus tinha dito por meio do seu servo, o profeta Aías, de Siló, toda a família de Jeroboão foi morta; não escapou ninguém.

30 Isso aconteceu porque Jeroboão havia feito com que o SENHOR, o Deus de Israel, ficasse irado com os pecados que ele cometeu e que fez o povo de Israel cometer.

31 Todas as outras coisas que Nadabe fez estão escritas na História dos Reis de Israel.

32 O rei Asa, de Judá, e o rei Baasa, de Israel, estiveram em guerra um contra o outro durante todo o tempo em que ficaram no poder.

33 No terceiro ano do reinado de Asa em Judá, Baasa, filho de Aías, se tornou rei de todo o povo de Israel e governou vinte e quatro anos em Tirza.

34 Como o rei Jeroboão havia feito antes dele, Baasa pecou contra o SENHOR Deus e fez com que o povo de Israel também pecasse.


1 Reis 15 - Nova Tradução na Linguagem de Hoje - NTLH

Capítulos
Publicidade

Copyright © Bíblia Online 2011 - 2017